Buscar
  • Lívia Vilhena

Homeopatia na agricultura convencional?

Essa é uma pergunta muito comum e as opiniões a esse respeito divergem. Nós seguimos os conselhos dados por Samuel Hahnemann, médico alemão que desenvolveu o sistema terapêutico da homeopatia. Um grande diferencial em sua obra consiste no fato de que a homeopatia é fruto das suas observações sobre como os organismos vivos adocem, como restabelecem a saúde e como isso pode ser auxiliado através da terapêutica e dos preparados homeopáticos.

Hahnemann desenvolveu a homeopatia para curar os doentes como deixa claro logo no inicio da sua obra fundamental o “Organon da Arte de Curar”. Pois bem, se o objetivo da homeopatia é curar, não faz o menor sentido, contradiz toda a logica, estabelecer regras para quais organismos doentes podem ou não ser tratados com homeopatia. Faz mais sentido criarmos estratégias para auxiliar cada caso de adoecimento no sentido da cura.

Ao estimular a recuperação das funções vitais dos seres vivos, a homeopatia auxilia na adaptação aos mais diversos agentes estressantes que encontramos no ambiente de cultivo agrícola. Ou seja, onde houver fatores que causam estresse na planta a homeopatia será bem vinda e vai trazer benefícios.

Podemos citar alguns dos agentes estressantes que encontramos habitualmente no sistema agrícola: mudanças climáticas, predisposição genética, pressão ambiental, problemas no manejo de solo, deficiências ou excessos nutricionais, podas, etc.

Com essa breve lista conseguimos perceber que esses problemas são comuns a todos os sistemas de manejo agrícola, sejam eles convencionais, orgânicos, sustentáveis, agroecológicos entre outros. Todos podem se beneficiar da ação da homeopatia na planta, favorecendo sua saúde e habilidade em lidar com esses fatores.

Para responder a questão se pode ou não ser usado em lavouras que fazem uso de agrotóxico seguimos outra importante recomendação de Hahnemann e utilizamos a experiência prática como guia na obtenção dessa resposta.

Coincidentemente nosso primeiro trabalho profissional foi em um viveiro de mudas de eucalipto, tudo ali contradizia o que seria esperado como ideal para a homeopatia funcionar, o sistema era semi hidropônico com aplicações regulares de defensivos. Como o trabalho era uma pesquisa foi à situação perfeita para iniciar as experiências nesse sentido. E quando conseguimos grande eficiência no controle de pragas e doenças que percebemos a versatilidade da homeopatia em ajudar muitos agricultores a reduzirem o uso de agrotóxico.

Isso foi em 2009 e desde então consolidamos nossa experiência no uso da homeopatia em conjunto de defensivos sem trazer problemas no funcionamento da homeopatia.

Esse resultado é possível porque a ação da homeopatia na planta é diferente da ação dos defensivos, e não ocorre oposição. O grande ponto positivo disso é que a homeopatia auxilia o agricultor e o técnico no processo de redução da necessidade de defensivos. Ao estimular as funções vitais e os mecanismos de defesa à homeopatia atua como se fosse um preventivo, assim conseguimos deixar as aplicações de químicos para quando a homeopatia sozinha não consegue controlar a situação.

Com isso, conseguimos auxiliar agricultores convencionais na redução do uso de defensivos, outros que buscavam converter para orgânico conseguiram uma ferramenta importante nesse processo. Como ferramenta no manejo integrado de pragas e doenças a homeopatia visa complementar as outras ferramentas e ações realizadas visando fornecer as melhores condições para o cultivo.

Então a homeopatia é perfeita e funciona de forma igual em todas as situações? Isso seria pedir que ela fosse o elixir da longa vida que os alquimistas buscavam e isso claro, não existe.

A homeopatia age de acordo com o sistema e tem uma relação muito forte com o equilíbrio nutricional das plantas. O tipo de adubo utilizado não influencia, adubos químicos, orgânicos ou organomineral podem ser utilizados desde que atendam as exigências nutricionais das plantas.

Existem outros fatores que também influenciam a ação da homeopatia nas plantas com maior ou menor intensidade dependendo da situação, nós chamamos esse fenômeno de obstáculos à cura e em breve vamos conversar de forma mais profunda sobre eles e como superar esses obstáculos.


#agriculturaconvencional #manejointegrado #agrotoxicos

149 visualizações

 homeopatiarural@gmail.com 

Whatsapp: (14) 9.9629-7183

Jaú - São Paulo - Brasil